O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (2022)

Hostelworld Blog | Postado em |

O Caminho de Santiago é o sonho de muita gente do mundo todo que imagina desbravar um país (ou mais) de um jeito diferente. Todos os anos, dezenas de milhares de pessoas fazem a rota de peregrinação mais antiga da Europa, percorrendo toda a Espanha de leste a oeste com o objetivo de chegar a Santiago de Compostela. Seja a pé ou de bicicleta, não é preciso ser religioso para percorrer o mesmo caminho que o apóstolo Santiago. Eu mesma fiz por motivos espirituais, como uma forma de me autoconhecer e refletir sobre a vida e minhas escolhas.

Aliás, ainda que seu objetivo seja somente esportivo ou se aventurar, esse processo para dentro de si vai ser meio inerente a sua jornada. E quer aventura maior do que essa, conhecer a si mesmo? Prepare-se para uma das viagens mais transformadoras. Você nunca mais será a mesma pessoa.

O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (1)

Eu sonho em fazer o caminho desde os 13 anos, quando li aquele famoso livro do escritor brasileiro mais lido no mundo, sabe? Esse ano, aos 28 anos, parei de adiar e simplesmente decidi: tô indo.

Peguei um trem de Paris até Saint-Jean-Pier-De-Port, no sul da França, e no dia 06 de setembro de 2019, comecei a minha jornada de 800 km pelo Caminho Francês. Em 33 dias cheguei em Santiago de Compostela e ainda estendi o percurso até Finisterra, lugar conhecido como o Fim do Mundo e onde fica o marco 0 km do Caminho. Ao todo foram 38 dias intensos, com momentos bons e difíceis, rodeada de pessoas de todo o mundo e às vezes sozinha por dias. Reuni aqui as principais informações que você precisa saber pra ir fazer o Caminho. Aproveite esse guia e Buen Camino!

Qual é o seu caminho?

O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (2)

O caminho surgiu a partir da descoberta, no século IX, do túmulo do apóstolo Santiago, um dos doze discípulos de Jesus. Hoje a tumba fica na cripta da Catedral de Santiago, cartão postal da cidade de Santiago de Compostela, capital do estado da Galícia.

Você sabia que existem vários caminhos até Santiago e todos eles são “oficiais”? Se você percorrer os últimos 100 km a pé, ou 200 km pedalando, você já terá direito à Compostela, documento emitido pela entidade eclesiástica. Os Caminhos mais populares são:

Caminho Francês

Foi o que escolhi fazer. É o mais famoso e bem estruturado, com restaurantes, hostels e cafés e um total de 779 km. Muito bem sinalizado, é também o mais cheio de peregrinos. Normalmente é realizado entre 30 e 35 dias.

Caminho Português

Saindo de Porto ou de Lisboa, vai costeando o norte da Espanha. É um pouco mais curto, com 240 km (Porto) e 640 km (Lisboa).

Caminho do Norte

O mais longo, com quase 900 km. Dizem ser um dos mais lindos, apesar de ter trechos de grande dificuldade, pois percorre às margens da costa.

(Video) Santiago de Compostela - ESPANHA | VIAGEM DE MOTORHOME PELA EUROPA

Caminho Primitivo

Um dos mais curtos, com somente 320 km, porém muito desafiador pela escassez de estrutura, longos trechos sem água e acesso à comida e muitas subidas e descidas. Porém, é lindíssimo. O início fica na cidade de Oviedo.

Em todos eles, você vai encontrar placas com a famosa flecha amarela e a concha apontando a direção certa a seguir. A média é andar entre 20 e 30 quilômetros por dia, seguindo as sugestões de trajetos pré-definidos, mas você é quem faz seu trajeto. Reflita sobre o caminho que mais te agrada e prepare-se para o próximo passo: os itens essenciais.

O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (3)

Quando cheguei em Santiago

Qual época do ano é a melhor?

O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (4)

Para todos os caminhos, a ideia é a mesma. Abril e Maio são os meses em que a temperatura começa a subir e o clima já está mais agradável para caminhar. Setembro e outubro é fim de verão, também com temperaturas muito agradáveis. Junho, julho e agosto são meses muito quentes e por ser férias na Europa, tudo fica muito cheio, o que pode atrapalhar sua experiência. Portanto, os melhores meses são abril e maio e setembro e outubro. Não é recomendado ir durante o inverno porque além do frio rigoroso, muitos hostels e restaurantes não abrem.

O que comprar e levar?

Dois itens são cruciais para que o seu Caminho seja uma experiência linda e não tão dolorosa. Aconselho que você escolha-os com muito carinho, sem pressa, e consciente de que eles são ESSENCIAIS para você evitar lesões.

  • Bota/tênis: Compre com no mínimo dois meses de antecedência. Vá em uma loja especializada e prove várias botas e tênis específicos para trekking. Teste de tudo, cano alto, médio, baixo… Não precisa ser um calçado mega pesado e técnico, porque não há escalada, mas ele precisa ser específico para evitar torções no tornozelo e o atrito na ponta dos pés. Prove os modelos e ande bastante na loja para sentir se está realmente se sentindo confortável e não está pegando em nenhum cantinho. Depois de comprado, comece a usar seu calçado todos os dias para ir laceando. Faça trilhas de todos os tipos, com subida, descida e de longas distâncias. Entenda que você vai andar entre 20 a 30 km diariamente e seu pé não está acostumado a fazer tanto esforço.
  • Mochila: A mochila é o segundo item mais importante. Eu quase comprei a minha pela Internet e teria cometido um grave erro. Na loja eu pude testá-la e com a ajuda do vendedor especializado, escolhi um modelo que se adequou perfeitamente ao meu biotipo. É importante que a mochila tenha regulagens para distribuir uniformemente o peso pelo quadril e costas, com presilhas no quadril e nos ombros.

Item muito importante:

  • Dica de quem não teve nenhuma bolha em todo o trajeto: APOSTE EM MEIAS INCRÍVEIS.

Quase tão importante quando as botas é a escolha das meias. A boa notícia é que aqui não tem segredo. Evite as de tecido de algodão, que retém umidade. Os melhores modelos são com a tecnologia CoolMax e sem costuras, pois as fibras transportam toda a umidade para a superfície externa do tecido. Resultado: seu pé transpira livremente, mas permanece seco. É esse cuidado que vai ajudar você a não ter bolhas, viu? A bolha surge do atrito da pele com a bota e a umidade aumenta essa fricção. Uma dica de ouro é trocar de meia a cada 2 horas ou sempre que sentir os pés úmidos.

O que levar (de acordo com minha experiência)

O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (5)

Para evitar que você se machuque e inclusive manter os seus pés intactos (afinal, quem mesmo que suporta todo o peso do seu corpo?), sua mala não pode ter mais que 10 % do seu peso.

Eu sou uma mulher pequena e para mim, foi impossível levar o básico em uma mala com somente 5 kg. Consegui deixá-la com 7 kg, já incluindo uma garrafa de água cheia que eu levava sempre comigo e um lanche ou uma frutinha, por segurança. Funcionou bem, mas quanto mais leve for sua mochila, melhor pra você. Aprender a lidar com o desapego é uma das primeiras lições que todo peregrino desenvolve. Acredite!

(Video) Via Podiensis (Way of Le Puy) - The Ways of Saint James in France, GR 65 |In winter

Lista das coisas que levei:

  • 2 calças que viram bermuda de tactel (secagem rápida)
  • 1 calça legging (comprei lá e abandonei a outra calça/bermuda)
  • 1 shorts levinho para usar depois do banho para passear pela cidade, descansar e dormir
  • 2 camisetas de manga curta em tecido dry fit com secagem rápida
  • 1 camiseta de manga longa dry fit
  • 1 fleece (blusa de manga longa mais quentinha)
  • 1 casaco corta-vento impermeável
  • 3 calcinhas
  • 2 tops
  • 3 pares de meia
  • 1 bota
  • 1 papete (não usei porque não tive problemas com a bota, mas sugiro fortemente que você leve uma para caso tenha algum problema com seu outro calçado)
  • 1 chinelo (usava no banho, dentro dos hostels e para passear. Foi crucial para os meus pés descansarem)
  • 1 capa de chuva (estilo poncho, que cobria a mochila)
  • 1 lanterna de cabeça (super prática para caminhar com as mãos livres)
  • 1 chapéu
  • 1 óculos de sol
  • 1 canivete (tesoura, faquinha, abridor de vinho)
  • 1 toalha de microfibra
  • 5 grampos de roupa (alguns albergues não tem e você também pode pendurar na sua mochila o que ainda estiver molhado para ir secando enquanto você caminha. Essa prática é bem comum e você vai ver muitos peregrinos com a mochila cheia de roupas penduradas)
  • 1 par de sticks de caminhada (sim, eles fazem toda a diferença)
  • Celular
  • Power Bank
  • T
  • Passaporte
  • Dinheiro
  • Cartão
  • Doleira (deixava dentro o passaporte, dinheiro e cartão e estava sempre comigo, inclusive no banho e para dormir)
  • Shampoo/condicionador/escova de cabelo
  • Pasta de dente/escova/fio dental/enxaguante bucal
  • Desodorante
  • Cortador de Unha
  • Sabonete líquido
  • Sabão de coco para lavar roupa

Se você toma algum remédio de uso contínuo, leve em quantidade suficiente para todo o Caminho. Remédios de uso esporádico, como anti-inflamatórios e analgésicos, podem ser encontrados com facilidade se você precisar.

Eu tive a sorte de não ter ficado doente e só precisei comprar uma pomada anti-inflamatória natural.

Como se preparar?O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (6)

Galera, eu ouvi relatos de pessoas que se prepararam por meses e mesmo assim tiveram lesões e também vi gente que disse não ter feito absolutamente nada como preparatório e terminou o caminho ileso. Acho que isso é bem relativo, mas o que aconselho é, se você não está habituado a caminhar, insira essa prática na sua rotina para seu corpo já ir se acostumando. Caminhar entre 10 e 20 km pode ser um bom preparo para os seus pés e suas pernas. Não esquece de levar a mochila com um peso dentro também para fortalecer ombros, costas e quadril.

Eu faço academia diariamente há mais de dois anos e também corro duas vezes por semana. Acho que meu condicionamento físico estava bom o suficiente para eu não ter tido nenhuma complicação. De qualquer maneira, eu chegava nos albergues depois da caminhada e já fazia uma longa sessão de alongamento, além de ter bebido muita água.

As temidas bolhas – Como evitá-las?

  • Muita gente passa vaselina no pé inteiro para evitar o atrito. Pareceu ser super eficiente e sugiro que você tente nos seus treinos.
  • Pré-caminho: use suas botas todos os dias. JAMAIS comece a caminhada com botas novas.
  • Mantenha as unhas do pé sempre bem curtas, o máximo que conseguir. Vi dezenas de peregrinos com os dedos roxos e a unha preta, quase caindo, por conta do atrito com a bota.
  • Troque as meias. SEMPRE! No máximo a cada duas horas. Aproveite esse momento para uma pausa.
  • A principal dica para evitar bolhas e qualquer outra lesão ou complicação é: escute o seu corpo. Se sentir alguma coisa diferente, mesmo que seja só um leve incômodo, pare, tome uma água e verifique se há algo que possa ser feito naquele exato momento para evitar que o que está “pequeno” torne-se grande e comece a te incomodar de fato.
  • Siga o seu ritmo. O Caminho não é uma corrida ou uma competição.

Quanto dinheiro levar e qual a moeda?

A moeda usada é o euro. As caixas ATMs são encontradas facilmente caso você precise sacar. Alguns estabelecimentos aceitam cartão, mas não é comum.

O Guia Completo Para Fazer O Caminho De Santiago - Hostelworld Travel Blog (7)

Sobre a média de gastos

Total diário: entre 20 (modo economia hard) e 40 (modo confortável) euros diários.

Descritivo:

(Video) Qual é a Melhor Câmera para o Caminho de Santiago?

– Hospedagem: de 5 a 20 euros a diária, dependendo do que você procura.

– Alimentação: de 15 a 20 euros diários.

  • O café da manhã custa mais ou menos 3 euros e inclui tostadas (uma fatia grande de pão torrado com manteiga e geleia) e café.
  • Menu do peregrino para o almoço ou jantar: Inclui o 1º prato, o 2º prato, sobremesa e pão e vinho à vontade. O primeiro prato é como uma entrada, tipo salada, macarrão ou risoto, e o segundo é o prato principal, com peixe, porco, carneiro, frango ou carne. Custa entre 9 a 13 euros, dependendo do lugar e da cidade.
  • Você pode encher a garrafa com água potável em praticamente qualquer torneira. Há avisos informando, mas na dúvida, pergunte.
  • Para economizar, você pode fazer compras no mercado e preparar você mesmo suas refeições nos hostels. Eu confesso que fiz isso poucas vezes porque estava quase sempre cansada demais para cozinhar e lavar louças, mas acho inclusive uma forma incrível de interagir com outros peregrinos. Por que não fazer uma ceia comunitária?

Outros gastos:

  • Lavar roupas: entre 3 a 4 euros a maquinada (divida com mais peregrinos para economizar)
  • Você pode ter algum imprevisto ou ter que comprar remédios, então considere mais um pouquinho de dinheiro para isso.

Onde Ficar?

Tem opções para todos os gostos e bolsos:

  • Albergues municipais ou paroquiais (não aceitam reserva e podem estar lotados no horário que você chegar – Entre 5 a 7 euros)
  • Albergues privados e hostels – Uma ótima opção se você não quer caminhar com tanta pressa e ter a garantia de um lugar tranquilo pra dormir – Entre 8 a 17 euros em quarto compartilhado e acima de 25 em quarto individual.

Normalmente, os albergues e hostels não permitem que você se hospede por mais de uma noite e exigem que você saia antes das 8 am. Prepare-se para acordar bem cedo.

Uma das partes mais incríveis do Caminho é conhecer pessoas do mundo todo. Essa troca cultural não tem preço. Aproveite esses momentos para socializar e saber mais sobre a história dos peregrinos. Você vai se surpreender!

Aplicativos Úteis

Buen Camino: o app tem um mapa que você pode ir acompanhando de acordo com sua localização em tempo real para evitar sair da rota e se perder. Além disso, ele diz a distância para a próxima cidade e também mostra a relação das opções de hospedagem disponíveis lá.

Se quiser silêncio e andar sozinho, assim vai ser. Se quiser conhecer pessoas, também. O caminho é como a vida e nem sempre você estará disposto a socializar. Respeite seus momentos, sinta com intensidade. É uma experiência única em que sua única preocupação será caminhar e desfrutar.

Existe uma máxima entre os peregrinos que diz: O Caminho se faz Caminhando. É a mais pura verdade. Você até pode querer programar toda a sua jornada, preparar um roteiro com tudo esquematizado e prever cada etapa, mas logo vai perceber que o melhor a fazer é entrar no flow e deixar que o caminho se mostre pra você. É surrealmente mágico deixar que as coisas simplesmente aconteçam e sejam como tem que ser, e não como você quer que elas sejam.

Foi uma das experiências mais incríveis que já vivi e sei que para você também será inesquecível. Buen Camino!

Hostels No Caminho

Pamplona – Xarma Hostel – Aterpea – Nota 9,0

(Video) How Much Does It Cost to Hike the Camino de Santiago?

Localizado a 10 minutos a pé da Catedral de Pamplona, O Xarma Hostel oferece cozinha equipada, sala de estar com sofás cortáveis para descanso e ainda um terraço com jardim para você relaxar depois de um longo dia de caminhada. Quartos compartilhados com 6 e 4 camas e também quartos privativos.

Logrono – Albergue Albas – Nota 9,2

Esse pequeno e aconchegante albergue fica muito bem localizado no centro de Logrono, cercado de mercado e restaurantes. Os quartos são para 2, 4 e 8 pessoas, todos com banheiros compartilhados. A cozinha conta com micro ondas, geladeira e máquina de café.

Burgos – Hotel Rey Arturo – Nota 8,7

Localizado em uma tranquila região de Burgos, rodeado por jardins, o Hotel Rey Arturo tem 52 quartos, todos com banheiro completo, aquecimento, secador de cabelo e TV via satélite. Uma ótima pedida para descansar depois de dias de caminhada.

León – LeonHostel – Nota 9,4

Localizado em um edifício histórico em uma das mais requisitadas ruas da cidade velha, o Hotel fica a apenas 50 metros da Catedral. Opção de quartos privativos ou compartilhados, todos com vista para a rua. Aproveite a varanda para relaxar e conhecer outros peregrinos.

Sarria – Hostel Andaina – Nota 9,3

No coração do Caminho de Santiago, esse hostel fica próximo a mercados, farmácias e restaurantes. Eles tem 26 quartos-cápsulas, sala de estar, cozinha compartilhada e lavanderia. Aproveite para repor as energias porque em Sarria você está na reta final, a quase 100 km de Santiago de Compostela.

Santiago de Compostela – Roots and Boots Hostel – Nota 8,7

Primeiro, parabéns! Você conseguiu! Depois dessa longa jornada, o melhor presente que você pode se dar são bons momentos de descanso. Localizado na old town, o hostel conta com uma bela vista da fachada principal da Catedral de Santiago de Compostela, um jardim enorme com árvores centenárias, churrasqueira e um staff pronto para te dar todas as informações sobre a cidade.

📚 Sobre A Autora📚

(Video) Camino de Santiago Gear List (New Pack)

Leticia Mueller é jornalista e em agosto de 2019 saiu de casa para uma jornada de volta ao mundo sem data para voltar. O objetivo? Realizar todos os seus sonhos de viagem. Não conta países nem coleciona carimbos no passaporte, mas vive cada momento como se fosse o único. Por conta disso está cada vez mais deixando de lado os roteiros pré-programados e assumindo o modo flow de viajar. Siga suas aventuras no Instagram.

Videos

1. EPIC Trekking in PATAGONIA 😍 | Mount FITZ ROY + Laguna de los Tres in El Chaltén, Argentina
(Samuel and Audrey - Travel and Food Videos)
2. Episode 1: HOLA Y'ALL! (Camino de Santiago 2019)
(Homemade Wanderlust)
3. 20 Things to do in Santiago de Chile Travel Guide
(Samuel and Audrey - Travel and Food Videos)
4. SNOWBOARDING & EATING WITH LOCALS - TRAVELING IN CHILE
(Hostelworld – Meet The World)
5. Episode 3: FOR THE WINE (Camino de Santiago 2019)
(Homemade Wanderlust)
6. Primeiros Passos para o Caminho de Santiago com Antonio Romulo & Denise Tonin
(Denise Tonin | Viajante Solo®)

Top Articles

Latest Posts

Article information

Author: Dean Jakubowski Ret

Last Updated: 12/17/2022

Views: 5805

Rating: 5 / 5 (50 voted)

Reviews: 81% of readers found this page helpful

Author information

Name: Dean Jakubowski Ret

Birthday: 1996-05-10

Address: Apt. 425 4346 Santiago Islands, Shariside, AK 38830-1874

Phone: +96313309894162

Job: Legacy Sales Designer

Hobby: Baseball, Wood carving, Candle making, Jigsaw puzzles, Lacemaking, Parkour, Drawing

Introduction: My name is Dean Jakubowski Ret, I am a enthusiastic, friendly, homely, handsome, zealous, brainy, elegant person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.